quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Podia jurar que quando criança...


Podia jurar

Que quando criança,
Viajei pelo espaço
Vencendo monstros
E sem cansaço
Descobri novos universos
Quando criança
A minha vida
Era meu próprio verso

Podia jurar
Que quando criança
Como um super herói
Salvei o mundo
Em diversos combates,
Doces aventuras
Com sabor de chocolate

Podia jurar
Quando criança
Era o mocinho
Vencendo malvados piratas
Todos os dias
Quando criança
Minha vira era
uma intensa poesia

Gilson costa