terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Algumas coisas insistem...

Algumas folhas insistem em não caírem,
Alguns outonos insistem em não passarem
E alguns invernos insistem em permanecerem.

Alguns olhares insistem em se perderem
Alguns beijos insistem em deixarem seu sabor
E algumas lágrimas insistem em cair.

Algumas estradas insistem em levarem a nada
Alguns passos insistem a caminharem para o precipício
E alguns atalhos insistem em serem armadilhas.

Algumas flores insistem em não morrerem
Algumas dores insistem em insistirem
E alguns amores... Bom... Alguns amores...

Gilson Costa