quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Nossa mistura de pele



Nossa mistura de pele

me arrepia,

da cor ao meu dia

me traz alegria.

És minha elegia,

química perfeita

que seja feita
eternamente...
nossa mistura de pele
seduz a minha mente

Nossa mistura de pele me arrepia,
o contato com teu corpo me incendeia...
O contato com teu corpo

ferve o sangue, na veia

minha alma desnorteia...

se anjo, perco minha asa
quando homem, perco o rumo de casa


Gilson Costa