quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Ler poesia... Escrever poesia!




"Admiro como letras após letra, 
palavras após palavras que formam um texto,
tem o poder mágico de nos fazer viajar em sentimentos e emoções...
Por mais que se leia, textos e textos, 
cada um tem seu significado único, 
o milagre da multiplicação das palavras em sentimentos, 
onde quem lê, interpreta a sua maneira,
com o sentimento que aquelas palavras são capazes de lhe despertar...
Abençoados sejam vocês poetas que capazes de montar esse quebra cabeça
de letras transformam-as nas mais belas expressões de sentimentos .




Nos "poetas",
Não montamos quebra-cabeças e somos tão abençoados 
quanto todos os outros seres humanos,
nossa sorte é que estas mesmas palavras
que a fascinam, usam de nosso corpo,
de nossas mãos para vir ao mundo.
Letra por letra, palavra por palavra,
as vezes é como um entardecer calmo e bonito,
onde o dia da lugar a noite gentilmente,
as vezes é como tempestade súbita
quando vemos esta lá a poesia,
uma reunião de palavras, que a principio
não tem nexo ou tem outro sentido,
mas quem lê tem uma alma diferente da nossa
e enxerga aquilo que necessita ver,
Não, nada temos de especiais
apenas somos uma ponte entre a sua alma
e um universo de poesias que estão por ai,
prontas ou para nascerem...

Gilson Costa