sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Quem sou eu para falar de Deus



Não sou exemplo de religiosidade
E sei sou um intenso pecador
Mas meus erros ou meus medos
Não escondo atrás do Criador

É fácil colocar nossa vida
Nas mãos seguras e divinas
Mas Ele te da a chance
De escolher as suas esquinas

Tem gente que não anda
Ou se anda, acha errado
E se diz estar no caminho certo
Quando longe do pecado

Mas questiono eu, pobre mortal
Se esta certo este viver
Deus me deu o livre arbítrio
Para eu e não ELE escolher

Quem diz que tudo provém Dele
Diz que abre os olhos para o que é certo
É covarde e a alma é pequena
Não trás Deus para seu perto

Estamos aqui para aprender
E seguir em frente e evoluir
Mas não sobrecarregue Deus
Com as incertezas de nosso existir

Sem contar que tem gente que fala de Deus
Mas não o vivencia, falar é fácil, jogar as
suas responsabilidades no ombro de Deus, mais fácil ainda...
Não sou contra a religião e sim contra as pessoas
Que se escondem atrás dela para fazer o mal ou com medo da vida...

      Gilson Costa