quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Quem em 2011 as estrelas nos guiem rumo à Felicidade


O que escrever como ultima poesia do ano,
Do que falar?
Do ano que se foi ou do que esta para vir,
Do que deixei de fazer
Ou do que espero realizar...
Enfim, reflexão, analises e promessas.
Muito das quais não realizarei
Muitos pensamentos
Que não me levarão a nada...
Então vai aqui minha oração
Para o ano que vira... novos tempos

Senhor
Que eu faça mais sorrir
Do que chorar
Que eu seja mais motivo de alegria
Do que tristeza
Que eu seja mais luz
Do que trevas.
Que o pouco que eu tenho
Eu possa dividir
Dividir esperanças
Amor, afeto
Companheirismo
Que cada dia meu
Que ainda me resta nesta Terra
Seja valido, seja vivido.
Como o ultimo fosse
E que ao meu redor
Possa florescer jardins
Inundando de cores
A imensidão dos desertos
Que existem
Senhor
Que em 2011
Possa eu viver, chorar,
Sorrir, sentir, errar.
Reconhecer meus erros
E acertar
Não esperar pelos aplausos
Da multidão
Mas sim, ser um no meio.
Da multidão
A aplaudir
Acertos alheios,
Senhor
Fazei de mim, em 2011.
Um instrumento da vossa Paz...

Gilson Costa