quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Algumas taças

Algumas taças estarão cheias
Transbordando,
Outras estarão vazias
Esperando serem cheias
Algumas taças nunca
Serão completadas,
cheias de nada

Algumas taças estarão no chão
Inteiras,
Algumas taças serão só
Fragmentos, quebradas
Outras ao amanhecer
Serão esquecidas
Mas algumas taças
Sempre serão lembradas.

Algumas taças
Terão as melhoras bebidas
As mais caras, as mais finas,
Algumas taças
O liquido será singelo
Simples, mas o brinde sincero.

Algumas taças
Darão-nos ressaca
Outras uma ínfima alegria
Algumas taças
Serão levantadas em brindes
Outras cairão no chão
Na ilusão do dia a dia.

Algumas taças

Gilson Costa