domingo, 12 de dezembro de 2010

Coragem

Ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar,
de falar do que a gente sente...nos
faz parecer a outros fraqueza e uma pessoa amarga.
Desnudar a alma, deixar cair
as máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e
grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar...
permitindo que toda a nossa
doçura aflore, desabroche, é um sério risco a ser
taxada de estranha e de romântica.
Pergunto-me muitas vezes onde está
nossa ternura,cada vez mais escassa com
o passar dos anos, um vazio frio e
escuro nos faz perceber que já não sabemos
dar e nem pedir o que de mais precioso
temos a compartilhar, doçura, compaixão...
ou somente amizade.

 Ro e Du.