terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Já não tenho mais fome



Já não tenho mais fome
De palavras...
Não das bonitas,
Das que soam como musica
Em nossos ouvidos
Geralmente falsas
Ditas em um momento
De pura ilusão...

Já não tenho mais fome
De palavras...
Não das ditas sensatas
Das ditas promessas
Que não resistem
Ditas talvez para
Dar crédito a mentiras...

Palavras
Pecado trata-las assim
Em vão
Sem coração
Já não tenho fome de palavras
Não destas que se mostram
Inconsistentes
Juvenis, infantis em mentes,
Que mentem...

Estas palavras, refuto
Arrependo-me de ter
acreditado em
Mentiras e mais mentiras
Que formam um jardim,
Já não há mais fome
Destas palavras em mim...

Gilson Costa