segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

D'ocê



se eu acreditasse em um amor mais forte que a morte
se eu acreditasse em um amor mais forte
se eu acreditasse em um amor
se eu acreditasse
se eu
se
.

(não fosse o se
eu teria escrito
um bonito poema de amor.)


Não acredito em amor de vidas passadas.
Hoje estou duvidando até do amor, simples. Mas passa.
(E logo volto a ser trouxa.)


Talita Prates