terça-feira, 29 de maio de 2012

Saudades!




Saudades de mim, de você, de nos
de um tempo que ficavamos a sos 
e o mundo, la fora, parava
enquanto eu o teu corpo contemplava.


Saudades de um tempo menos complicado
de risos mais fáceis e abraços também
Saudades do carinho no olhar, do suspiro
dos arrepios
e do andar ao teu lado,


Do perfume que ficava na pele.
Saudades de um tempo mais simples
de tardes mágicas e noites com você
em pensamentos pecaminosos


Saudades da boca, do beijo
do gemido, da amizade
e do porto seguro que era teu colo


Saudade de amar e ser amado
por você...


Gilson Costa