domingo, 6 de maio de 2012

As palavras escondem segredos...






Não, não pense que as palavras são sinceras,
Nem as poesias
Por mais expostas que sejam... As palavras,
Sempre escondem algo


Às vezes
Não são sinceras nem em sua intensidade
Nem em sua sintaxe
Nem na sua pronuncia


Elas escondem sempre algo
Nas entrelinhas, nas vírgulas.
E onde pensamos ser reticência
Ou interrogação,
Pode ser um ponto final,


Não é o poeta um fingidor
E sim a palavra, que usa e abusa dele.
Fazendo de um caso de amor
Rimas pobres para uma relação
De ausência e dor


Sim as palavras escondem segredos
Sedas das mais lindas bocas
Sejam certas em linhas tortas
Seja na calmaria 
Ou na hora mais louca...


As palavras escondem segredos...


Gilson Costa