domingo, 27 de maio de 2012

Mundo de poesia – replica do poema de Maria de Sameiro Machado




Prenda-te à vida, em poesia.
Mesmo que em noites mal dormidas,
Não a solte, mesmo que absolvida.
Respire-a 24 horas de teu dia.

Trate-a como rainha, mesmo sendo pobre.
De banquete, faça a festa,
Pois se alguma poesia ainda nos resta
Para tornar a nossa vida mais nobre.

Caso ela tente  fugir
Declare o seu mais profundo amor
Com sua mais sincera sinceridade,

Ela não tera pra aonde ir
Por ti não  guardara rancor
E fara parte da sua verdade.


Gilson costa