terça-feira, 7 de setembro de 2010

Da Janela


La fora a vida passa
tudo passa meio que sem graca
pessoas com pressa
de chegar a lugar algum
lugar comum...
La fora so correria
Vidas vazias
A procura doe um porque?
La fora passos apressados
tempos apertados
levam a caminhos estreitos
poucos sao os direitos
muitos os defeitos
e o relogio que não para...
La fora ha esperança
No compasso de uma lenta dança
Que o povo não alcança.
O lixo se acumula na calçada
E a vida cada vez vale mais nada...
 
Gilson Costa