domingo, 25 de março de 2012

Tocando corpo, alma e coração.


Beijou-me
Uma entrega total
Lábios em profunda união
Momento inesquecível
Tocando corpo, alma e coração.

Fechou os olhos
Sem querer saber do mundo
Para a incerteza disse não
O tempo parou
Tocando corpo, alma e coração.

E por um instante foi minha
Reinou absoluta em meu leito
Sem regra e nem condição
Foi soberana rainha
Tocando corpo, alma e coração.

E senti todo teu corpo
Teu corpo tremia em minha mão
Cada pedaço seu
Explorei com muita paixão
Tocando seu corpo, alma e coração.

Gilson Costa