terça-feira, 20 de março de 2012

Teus olhos...



Teu olhos caíram em mim
Como maldição dos faraós
Perseguem-me nos sonhos
E fogem, deixando-me só

Quando teus olhos vagueiam
Por entre paisagem qualquer,
Meus desejos  incendeiam
Só de pensar em teu corpo, mulher!

Que mistério há escondido
Dentro de seu secreto olhar,
e o teu sorriso divino
confirmam também gostar!

Teus lábios mostram carícias.
Tocados por ternos beijos,
requintes de muitas delicias,
Tesouros de mil desejos.

Olha sempre que puderes
Para os meus olhos aflitos,
são bem raros entre as mulheres
como os teus, lindos, benditos,

que ventura eu tive em ver-te,
em ter a sorte inaudita,
de tanta coisa escrever-te
mulher , fascinante e bonita.

Que os teus olhos feiticeiros
não desmintam meus amores,
nem quero que passageiros
sejam também meus ardores,

quero sim, que em teus regaços,
eu possa fazer meu ninho,
para gozar teu carinho
reclinado nos teus braços....

GILSON COSTA