segunda-feira, 12 de março de 2012

Saudade em soneto...



Vejo você nas estrelas...
Escuto tua voz no vento
Sinto você em minha pele
Sonho com você a todo o momento

Procuro você nas estrelas
Chamo você através do vento
Sinto você em mim
Sonho com você... Sonho sem fim

Mas você não esta aqui
Você não escuta que eu te chamo
Saudade... Invade corpo e mente

Queria estar tatuado em ti
No teu corpo...  Dizer que te amo
A cada manhã... Eternamente!

Gilson Costa