terça-feira, 13 de março de 2012

Nosso amor matemático!

As horas que passam
Não são mais do que somas,a minha vida subtraídas
E os problemas que me massam
São mais do que contas e formulas adquiridas


Não é mais que matemática o amor
Onde nos somamos os dois
E esperamos o resultado, seja ele qual for
Sem pensarmos sequer no depois


Sem pensarmos no resultado
De uma possível conta mal feita
A olharmos para a frente, lado a lado
Assim é que a vida se aproveita


Porque se o resultado da nossa soma for uma divisão
Porque não arriscar em vez de fazer já uma subtracção?
Porque seja qual for o resultado, terá valerido a pena
Porque vale sempre a pena, nós não nascemos de alma pequena


Porque tu mais eu e eu menos tu não dá o mesmo resultado
Porque não multiplicar o que temos
E no fim vemos
Se é isto aquilo que temos procurado?


Porque eu não quero que isto seja mais uma subtracção
Não procuro de modo nenhum chegar á divisão
Mas olhando para o tempo...a passar...não será isso que vamos ter?
Porque não ser feliz agora, em vez de prevenir o sofrer?


(PUBLICADA POR HOMEM MALDITO )