quinta-feira, 8 de março de 2012

“Obrigado Senhor, por mais um dia.”



Costumamos às vezes, agradecer a DEUS, quando acordamos ou vamos dormir por mais um dia de vida.

Se analisarmos friamente o assunto dentro da questão “tempo”, na verdade não ganhamos mais um dia e sim o perdemos. É um dia a menos que teremos em nossas vidas.

- E não é para agradecer?  Você perguntaria.

Não é este o caso!

Veja bem, olha como a vida é transitória, no girar da Terra em seu próprio eixo muita coisa acontece neste mundo. Pessoas nascem e morrem, assim como sonhos, amores, dores, é um vai e vem danado, de tudo.

Os ponteiros do relógio ou hoje em dia seus números digitais possuem muito mais que o significado do passar do tempo, eles nos dizem da forma mais clara possível uma única palavra: VIDA, tic-tac:VIDA!

VIDA que segue, que vai, que se esvai, que passa e que não para, por mais parada que achamos que a nossa vida esteja.

Então, se acontece muitas coisas desde o romper do sol até ele se por, por que perdemos tanto tempo de nossas vidas com coisas, fatos e pessoas que não irão acrescentar nada em nós.

Por que cultivamos sentimentos que só farão brotar discórdias, dores, tristezas e magoas em nos e nos outros. Por que insistimos em carregar em nossas vidas, pessoas que além de não somar em nada, ainda tiram o que temos, nossa paz, nosso orgulho e amor próprio. Por que nos preocupamos com coisas e fatos que nos paralisam, nos tolhem e nos fazem morrer por dentro aos poucos ou numa paulada só?

Você dirá, é o destino e é para sua evolução...

Mas nem tudo é destino em nossas vidas, muito é simplesmente o fruto de nossas ações e muito, por mais que venha em bela embalagem, nada mais é que algo para você refletir e tirar algo de bom.

Se fosse o destino somente seria fácil sentar no sofá e ficar esperando as coisas acontecerem, o emprego ideal bater na porta, o amor chegar ou o desamor ir embora, era só esperar por coisas boas, pois sendo DEUS justo e bom, com certeza ele não enviaria, assim como não envia, coisas más para seus filhos.

Muito do que acontece na nossa vida é culpa nossa e ai volto a minhas perguntas, por que perdemos tanto tempo com fatos que só irão nos fazer sofrer, se não hoje, amanhã. Por que tanta lagrima em vão e tanta falta de fé, esperança e o que pior por que não acreditamos em nos mesmos?

Não que a vida será um mar de rosas, só bonança e sem preocupações, mas porém é de nossa escolha fugir do que nos aborrece e fingir que não existe ou enfrentar, assim como é de nossa escolha cultivar a tristeza ou olhar para ela, tentar entende-la e levar a vida de uma forma que, mesmo com as intempéries, não a deixamos nos dominar por inteiro.

Se somos os comandantes do barco chamado “VIDA” e se temos a possibilidade de prosseguir por águas calmas ou turbulentas, mas com a esperança e a fé de que depois da tempestade vem a bonança, por que criamos nos mesmos tempestades desnecessárias em nossos caminhos...

A vida passa, estamos aqui por algum motivo e nos foi dada esta dádiva divina para que possamos fazer algo, talvez apenas viver, mas VIVER mesmo, com gosto, sem medo de desafios, sem medo de nos mesmos.

E o tempo, este vai continuar a passar independente do que você esteja fazendo com a tua vida, um dia, ele pode te fazer falta ou não, depende de você. Fica a dica!

Gilson Costa