domingo, 4 de março de 2012

Labirintos



Labirintos 
Nem sendo Teseu!
Quem tentou sair de ti,
se perdeu...
E perdeu-se com isso a paz!
Mulheres...
Admira-las sempre,
entende-las, jamais!

Há labirintos
onde não vale a pena se achar,
se perder no amar
e não se encontrar nunca mais,
Admira-las sempre,
entende-las, jamais!

E os Minotauros
que moram dentro de ti!
Há uns que nos fazem partir
então o amor jazz!
Admira-las sempre,
entende-las, jamais!

E não ha novelo
que nos faça achar a saida,
e quanto mais adentramos
mais se fixam em nossas vidas
e esquece-la... não sou capaz
Admira-las sempre,
entende-las, jamais!

Gilson Costa