sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Alma bela, bela alma!


Secar lagrimas com ternos sorrisos,
apagar em nos dias indecisos
mostrar que se é possivel o paraiso.
Sussurrar em teus ouvidos para você dormir
mostrar como faz bem o teu existir,
e muito belo é o teu ser
aqui você não esta para sofrer...
Proceder!
Rotas, rumos, sim, caminho tem deireção
mais perto estamos do sim, quando ouvimos não,
sei que nestas horas o coração entristece
mas aquilo que não nos mata, fortalece
E segue em guerras, desumanas batalhas
a dos da saudade fere mais que corte de navalha
O corte o tempo cura, o remedio sara
a saudade e a soldão ficam... Isso atrapalha
Mas em ti uma linda e magica centelha
especial tu és, merece muito mais
o teu olhar, tua bela alma espelha
um dia, ciente da vida, tera a sua paz!!!
Gilson Costa