sábado, 24 de setembro de 2011

Sempre o amor!!!


“Amar é um deserto e seus temores, vida que vai na cela destas dores, não sabe voltar”
Ah...o amor, este embusteiro
Que fica a espreita na esquina
Esperando-nos para bagunçar nossas vidas...
Chega do nada, invade nosso quarto,
Dessaruma os móveis de nossa s salas
Alimenta-se dos nossos sonhos,
Deixa nos felizes ou tristonhos
As vezes vem para ficar
Outra vezes apenas de passagem
Feito furacão, tempestades...
Ah... O amor,
Cantado, falado, poetizado
Acima de tudo sentido
Jurado eterno
E as vezes o eterno dura um segundo...
Ah... O amor
Sentimento que não sabemos lidar
Um dia estamos repletos dele
Em outro... Estamos ao amor, procurar
Entender...Justificar!!!
Gilson Costa