sexta-feira, 21 de setembro de 2012

As falhas que tenho como ser humano.




Descobri que minhas falhas são tesouros
e as lágrimas que derramei, adubo para tempos vindouros
e meus versos, quem sabe um dia, virem ouro

Erros eu cometi de fato, presentes e passados
criaram chagas, mas criaram bem mais aprendizados
fazendo-me um caminhante, muito do que foi um dia carvão
transformou-se em diamante,
Muito também pelo caminho se perdeu
não acompanharam os passos meus

E se a vida é isso, assim,
eu sempre agradecerei a DEUS

Gilson Costa