quinta-feira, 28 de junho de 2012

Teus escritos!



Esta na hora de abrir aspas em teus textos, inunda-los de exclamações
e locuções adjetivas. Apagar interrogações que não levam a nenhum outro
paragrafo.

Esta na hora de conjugar o verbo no presente, deixando de lado o futuro
do pretérito e que tenha em mente que o mais que perfeito , em alguns casos
é apenas uma quimera...

Esta na hora de apagar as retiCências e colocar os pingos nos "is", sem metaforas.
Que os paradoxos não tornem-se hiperboles, que a oração não seja apenas subordinada
e que o sujieto deixe de ser oculto.

Porque teus versos são intensos, tuas rimas nobres e isso não é retórica minha ou mera alegoria.
Tem métrica perfeita, suas palavras, silabas que ecoam em nossos corações em rimas ricas.

Esta na hora de apurar vicios de linguagens para que possamos nos deleitar com tuas estrofes.

Passou da hora de mudar o ritmo de teus poemas...