sexta-feira, 20 de abril de 2012

Fluxo...



Amores chegam
E amores se vão

O coração,
Feito estação de trem
Às vezes esta mal, às vezes bem

Encontros e despedidas
Voltas e idas

Queremos algo definitivo
Não apenas o lenitivo
Para nossa inquieta solidão

Amores chegam
Amores se vão,
Uns deixam marcas
Profundas
Outros não

Gilson Costa