terça-feira, 22 de novembro de 2011

GUARDA-ME



Amor meu guarda-me
Como se eu fosse um verso
De teu mais lindo poema
Que o tempo não apagou.

Um daqueles nossos versos
Que juntinhos, escrevíamos
E não se apagaram, fixaram.
Como se Escrito com um giz.

Guarda-me
Como se eu fosse uma canção
Que ainda ecoa em teus ouvidos
No silêncio do teu quarto vazio
A noite quando tu vais dormir...

Guarda-me, como eu te guardo
Você está guardada em mim.

- Joe Luigi -