quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A espera...



Dedica-se a esperar o futuro apenas quem não sabe viver o presente.

Sêneca

Esperar, as vezes vale a pena, as vezes não!


A espera...

Será a vida feita de esperas?

Estamos sempre esperando...
- o momento certo
- o emprego certo
- o amor certo
- a hora exata
De fazer as coisas aconteceram
- o dia ideal

Enfim estamos sempre a espera...
Do melhor pra nós,

Mas muitas vezes esta espera é apenas uma espera
Não há ação...Sonho sem ação é apenas um sonho!

Vemos dias, horas e minutos
Passarem, que somados formam os meses,
Que vão formar os anos
Que vão formar o tempo que desperdiçamos
A esperar...

E a vida vai passando em nossa frente,
Às vezes com aquilo que precisamos
Que não é aquilo que queremos
E vamos esperando...
Ela (a vida) nos oferece uma laranja,
Mas a gente fica esperando a maçã, a uva..
Ela nos oferece um porto segura
E a gente fica esperando a aventura...
E assim vamos indo
De espera a esperas...

Esperamos dias de sol
E quando chove nem saímos de casa,
Quem sabe um banho de chuva
Não seja revigorante!!!
Esperamos noites de Lua
E quando o tempo esta nublado,
Nublamos nossos sentimentos...

Esperamos o amor...Ahhh o amor,
Que doce espera essa...
- Doce? Doce nada,
Angustiante, Intensa
E acima de tudo duvidosa
Porque nunca sabemos se o amor
Que esperamos é o certo,
Pode ser o certo naquele momento
Quem sabe...

Sei que esperamos muitas coisas
Umas aparecem outras não
Umas acontecem outras não

Esperamos ate quem sabe um dia
A gente parar de esperar e se mover
Em busca de que queremos
De começar a ver que a felicidade
Não esta lá na frente a nossa espera,
Felicidade e Amor não esperam
Estes sentimentos vivenciam-se
Em nós, no presente e intensamente...

Espero que me entenda,
Melhor não espero nada, entenda-me
E vai viver...

Gilson Costa