domingo, 11 de novembro de 2012

Estes olhos




Estes olhos que já não mais me fitam
que transitam entre mundos distantes
luz que sempre será como antes
lindos tal quais dois diamantes...

este olhar que de hoje já não sou o foco
que se perde na alma, a saudade
luz de companhia e felicidade
tão perto de ti, a verdade

este olhar que contemplo e admiro
que de olhar, nunca me canso
luz que guia meu avanço
luz que me acolhe e descanso

este olhar que hoje é só virtual
foi meu bem e meu mal
és minha luz e minha escuridão
luz da minha paixão

Gilson Costa