quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Minha versão de Apaixone-se por mim! By Patricia Antoniete



Apaixono-me sim

Com um amor faminto, selvagem, nada educado, rasgando teus lençóis de seda, talvez até te ame sobre a mesa.

Apaixono-me sim, no dia inteiro, seja sol ou chuva, rosas e roupas no chão, seus seios, estes sim em minhas mãos; amor intenso, guloso, safado e carinhoso, amor completo, de perder as estribeiras, varar a madrugada inteira comigo dentro de você assim, fazendo-te parte de mim, como fosse o ultimo dia... Nosso gozo, o fim.

Darei-te um amor vagabundo, desobediente, nada que lhe seja conveniente, sem as regras que costumam sufocá-lo, sem dia marcado e hora para terminar que fixe em sua mente, mas que não viva no futuro e te ame no presente!

Apaixono-se sim, de forma animalesca, lamber tua pele fresca, dilacerar teu interior com muito furor e sem dó, fazer de nossos corpos... Um só

Amarei as tuas curvas, tua vulva, tua carne, teu olhar, seu corpo meu altar, te penetrarei indecentemente, emoções não rasas e dominarei, serei dono de tuas palavras!!! Em teus versos serei as rimas mais quentes...!

Farei-te mulher, sublime elevação, teu corpo em orgasmo, minha perfeição e serás minha se quiser, te ensinarei e falarei e com toda devoção do meu desejo...te calarei com mil beijos em cada parte tua...enquanto la fora, vai dormir a lua.

E por muitas cavalgadas, noites vivas, madrugadas mortas, farei de ti minha oração, meu mantra a minha mais bela poesia... Seja a noite ou de dia...seja no chão, na cama ,sofá ou na pia...fera no cio que arrepia... Amém

Gilson Costa!
@gilsoncosta42