domingo, 2 de junho de 2013

Faltando um pedaço - Jornada de meu coração odisséico


Há muito que falta um pedaço no meu,
Tal qual Ulisses ou Odisseu
Na volta de sua vitória em Troia
Meu amor perdido, sem glória
Buscando um porto seguro
a procura do seu rumo
Sem passo, nem laço
De Circe, na ilha perdida

Há tempo em minha vida
virou uma imensa armadilha...
Tempestade que não abunda
vento boreste que não guia, afunda
dor que dói, profunda
e que me vence de cansaço
Sim há muito que no meu coração
falta um pedaço...
Viagem de volta tumultuada
já que não existe, os braços da amada
há mais espinhos que carinho
há muitas voltas no caminho...
E assim segue a luta
à volta com esse sentimento
se há esperança para mim
quem vai me dizer é o tempo...

Enquanto não alcanço minha terra
vivo em mim esta guerra
vivo em cio no fio
no frio
Buscando quem sabe espaço
e o meu coração que ainda ama
fica faltando um pedaço,
que nem a Lua minguando
que nem o meu nos teus braços!!!


Gilson Costa