sábado, 17 de agosto de 2013

Taças...



É a primeira taça de vinho
a inspiração me consome
seja seco ou suave
Brinco à ele seu nome

É a segunda taça de vinho
e a timidez já me some
sua presença é constante
penso em teu telefone!

É a terceira taça de vinho
o meu desejo tem sobrenome
saudade tem o seu domínio
vontade de você, não some!
...
É a terceira garrafa de vinho
possessivo é o meu pronome
e em meus pensamentos ébrios
peço que me encontre, me tome!

Gilson Costa