domingo, 10 de novembro de 2013


Gosto quando as palavras grudam em mim,

Gosto quando as palavras me abraçam, envolvem e me acalantam...
Gosto quando elas descrevem minhas dores, amores, tristezas,
Gosto da companhia das palavras em meus momentos de solidão.

Gosto quando em vez de lagrimas brotam palavras, gosto quando elas
vem e veem minha alma.

Gosto quando as palavras me molham, moldam, modificam...
Gosto quando elas me usam, abusam, me mutilam... 

Gosto quando fazem amor comigo, até eu parir uma poesia...


Gilson Costa